top of page

Jardinagem intuitiva

por profa. Eliane Oliveira

Yoga e Meditação


Eu converso com planta. Voz de planta só se aprende em audição silenciosa e observação ativa. Deve-se ser iniciado por um membro mais antigo que detenha esse conhecimento.


Foi congregada da Sagrada Irmandade dos Conversadores com Plantas São Francisco de Assis e Menino Jesus Brincante em Jardins. Minha vó Elza. Mexia com ervas. Erva-Doce, Erva-Cidreira, Capim-Santo, Boldo, Babosa, Quebra-pedra, Arnica, Maravilha-Curativo, Alecrim, Costela de Adão, Guaco, Lírio. Coisa para cura. Curandeira. Mineira. Aos visitantes, era chá em vez de café. Filha de Maria. Herdou o legado de sua mãe e de sua vó, e passou pra minha mãe e minhas tias que continuaram, até chegar às suas descendências. Conversação com plantas. Trata-se de um dialeto raro, todo ele composto por diminutivos e sons agudos para manifestação de afeto. O “Cimocinhamamãe”, por exemplo, é um dos termos mais complexos e vastamente usados pela Irmandade. Serve para se relacionar com a planta quando ela abre brotinhos. Quer dizer amorosamente ‘mocinha da mamãe”. Linhagem do feminino. Linguagem do cuidado.


Comigo, tudo começou quando foram vindo. De presente do namorado, dos amigos e dos alunos. Foram vindo. Quando vi, já estavam sentadas na sala e lá ficaram. Tomaram-me como uma fatalidade. Tenho sido acometida por plantas. Aceitei a missão, mas não foi fácil. Por um tempo, elas morriam todas num curto tempo. Caíam as flores, secavam as folhas, mas o caule e as raízes, que podiam sobreviver, não sobreviviam. E fim. Pro lixo. Uma tragédia. Mas, então, vinham-me outras. Não era possível contê-las.


Botei-as ali. Perto da janela da sala. Foi justamente quando não fiz nada, além de dar-lhes água, sol e conversa, e deixei-as livres para só serem do jeito que já são e querem ser, que elas começaram a crescer. Vi novos galhos verdes e brotos crescendo por entre os ramos e folhas secas que resolvi não retirar.


Sabe floresta? Tudo nela obedece a um tipo de arrumação harmônica bagunçada e caótica. Fruta, folha e flor que caem na terra apodrecem e viram alimento da própria planta. Folha seca cai quando tem que cair. As novas nascem quando tem que nascer. Flores, só quando quiserem florir. Em florestas, não se usa tesoura para podar. Desculpem-me os jardineiros. Posso estar falando a maior besteira sobre a técnica da jardinagem. Mas, aprendi a cuidar delas mais pela escuta do que elas me dizem do que pelo que eu deveria saber sobre elas, segundo alguma teoria. Jardinagem Intuitiva.


No meio do aprendizado, um iniciado que conversa com planta percebe que gente também é (como se fosse) planta. Eu percebi que cuidar de planta é uma metáfora para o que vivencio em outras camadas da vida.


Alunos, por exemplo, são (como se fosse) plantas e eu tenho um jardim feito deles.


Vamos aqui especificar o tipo de planta que é aluno: é flor. Como às flores, a eles acolho com Jardinagem Intuitiva. Deixá-los livres no seu crescimento, incentivar-lhes a acolherem seus galhos secos e a erguerem-se em novos ramos vivos por entre eles. Esse é o centro do método. Que só dá certo se a jardineira (professora) se sentar diante de cada um, flexionar-se em sinal de reverência e encontro entre divindades (a sua e a dele) e lhe ouvir a voz da alma. Voz de alma só se aprende em audição silenciosa e observação ativa. Deve-se ser iniciado por um membro mais antigo que detenha esse conhecimento. Linhagem do feminino. Linguagem do cuidado.


Você reconhecerá o seu próprio jardim. Sente-se diante dele e ouça a sua alma. Cuidar é curar a si ao cuidar do outro.


À benção, vó Elza!

À benção, mãe!

À benção, todos os mestres!

À bênção, todos os jardins e jardineiros!


“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana”. (C. G JUNG)


"Todo jardim começa com um sonho de amor. Antes que qualquer árvore seja plantada, é preciso que as árvores e os lagos tenham nascido dentro da alma.Quem não tem jardins por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles." (Rubem Alves)


Texto escrito e publicado em 05/03/19

Acesse também por: https://www.instagram.com/p/CqE0bzXt5iS/?utm_source=ig_web_copy_link

Comments


bottom of page